quinta-feira, 12 de abril de 2012

CD: Unbroken, Demi Lovato


Oi, pessoas lindas! Sentiram minha falta? Andei meio sumida por causa das milhares de provas + feriado de páscoa + gripe. Sim, tudo junto, pra vocês perceberem como foi legal, hahaha. Mas, partindo do princípio que alguém se importa, sim, eu estou bem melhor agora, e pronta pra novos posts (:

Então, vocês aí devem saber (ou talvez não) que há umas duas semanas atrás vazou o clipe novo da Demi Lovato, Give Your Heart A Break. E, deixe-me explicar, eu estava meio chateada com ela. Quer dizer, de uma hora pra outra, a garota muda de "fofa de sorriso gigante, legging e camiseta de banda" pra "mulher madura que só canta música de balada e agarra mil homens no show". Isso me irritou bastante, porque a Demi (assim como a Miley, outra com quem tive esse mesmo problema) foi parte da minha infância, e de uma gora pra outra ela é uma pessoa totalmente diferente. Mas aí ela lançou o clipe e, cara, foi como se tudo aquilo, de quando eu era pequena, voltasse. Aí, como gosto de dizer, venci minhas desavenças com a Demi. Aquela coisa de "não concordo com a sua mudança, mas se você quer assim, eu te apoio". Mas não, não virei Lovatic por causa disso, apenas parei de julgar tanto a garota, afinal todos crescem e amadurecem.

Mas enfim. Então eu tomei coragem nessa minha cara e, finalmente, pedi pra minha mãe de "presente de páscoa" o cd dela, mesmo sabendo que podia me decepcionar, etcetc. Porém, a verdade é que NÃO ME DECEPCIONEI NEM UM POUCO!! Sério, ainda mais porque tinha na minha cabeça "ela acabou de sair da rehab, provavelmente vai fazer um monte de músicas de auto-ajuda", o que, na boa, já cansou. Mas não, graças a tudo que é bom, a maior parte das músicas trata de amor. Aliás, a única falando sobre superação, é Skyscraper, que eu nem ouço muito porque meio que enjoei (como acho que todo mundo, né? Só passava essa música o tempo inteiro na tv).

Por mais que sejam músicas de balada sem nenhuma consistência, até gostei de All Night Long (ft. Missy Elliott e Timbaland) e Who's That Boy (ft. Dev). Já Unbroken, faixa que dá nome ao disco é muito viciante. Hold Up também tem esse estilo mais dançante, mas confesso que (até agora, pelo menos), não gostei muito dessa. E tem também as parcerias masculinas (em que os homens cantam mais do que a voz de fundo do Timbaland, que não conta), como Your My Only Shorty (ft. Iyaz), que não fui muito com a cara, e Together (ft. Jason Derulo), que eu achei muuuito parecida com umas músicas do Camp Rock, e é bem fofinha.

E então tem Mistake, que até agora não me viciou muito, mas é bem legal. Give Your Heart A Break é, como já disse, muito boa e meio que "ressuscita" a antiga Demi, mas de um modo meio diferente. Outra que faz a mesma coisa, e que, por acaso, uma das que eu mais amo é In Real Life, que tem um quê de Here We Go Again, meio amadurecido, que me viciou totalmente.

Tem também as músicas lentas, que eu deixei por último porque são as que eu mais, mais, mais, mais gosto (com uma grande ênfase no mais). Tem Fix a Heart, que fala de uma espécie de "dor de amor" que a Demi comparou com feridas, cortes, etc, o que foi meio uma sacada de mestra. Tipo, falar sobre os problemas dela, mas ao mesmo tempo, sem falar sobre os problemas dela. Uma apologia e tanto. Já em My Love is Like A Star, você a princípio acha que a música vai ser meio nada a ver (ainda mais pelo nome), mas acaba que o refrão é a coisa mais linda (tava vendo a tradução agora, e quase chorei). Tem também For The Love Of A Daughter, música que a Demi fez pro pai, com quem sempre teve um relacionamento difícil, ou quase inexistente. E essa, eu confesso, estou quase chorando aqui só de ouvir. Você consegue sentir a dor dela ao cantar a música, como se apenas se lembrar das feridas que ele fez nela fosse quase insuportável. E por fim, mas não menos importante (afinal, é a minha preferida do cd todo!), tem Lightweight. Não tem uma profundidade tão grande, fala basicamente sobre amor e sobre precisar de uma pessoa, quando aquele simples ser consegue te reerguer, ou te deixar em pedaços. Não muito original, mas os vocais da Demi nessa música são tão, mas TÃO lindos, que sim, isso a torna minha preferida.

Resumindo, Unbroken é aquele típico álbum pop. Tem uma quantidade certa de músicas dançantes, e também de baladinhas. Se você gosta desse tipo de música meio "clichê", vai amar. Ainda mais porque um clichê com a voz da Demi não fica assim tão, bom, normal (:

    Demi Lovato - Skyscraper

                                   Demi Lovato - Give Your Heart A Break 

Espero que tenham gostado, aguardo comentários (:
Beijos
Gabs

6 comentários:

  1. Eu tb amei o novo CD da Demi, to muito viciada nele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é mt bom né? Que bom que gostou (:

      Excluir
  2. Que fofo, não escuto muito as músicas da Demi mas sei que todo dia ela ta nos TT's, ela é muito querida hehe... Realmente, foi muito rápido a transição da Disney, ontem mesmo tava passando camp rock 2 e de repente ela "cresce".
    Espero que depois ela volte a fazer filmes, seriados que é assim que eu gosto dela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaah, que bom que vc gostou (: Vi ela falando que em breve ia voltar a atuar então... Let's celebrate!

      Excluir
    2. Olha ai as coisas melhorando... jajá tem show dela aqui no brasil né?

      Excluir
    3. é! *-* tava querendo mtmt ir, mas acho que é mou caro, e tb tem umas lovatics mt idiotas que vão ficar me chamando de poser ou sei lá. É irritante então.. não, hahha

      Excluir

 

Fun House Copyright © 2012 Design by Ipietoon Blogger Template